Plano de Atividades 2016

Introdução

O Projecto 270 foi um projeto informal de âmbito cultural e ambiental que desenvolveu a sua atividade nas Terras da Costa da Caparica, desde 2003, sobre o pano reivindicativo dos princípios da soberania alimentar. O Projecto 270 é uma associação do âmbito cultural e ambiental que desenvolve as suas atividades desde 2003 nas Terras da Costa da Caparica enquanto grupo informal. A sua acção começou através da arte plástica e musical como formas de interceção do mundo rural e urbano criando assim um projecto de agri cultura, utilizando o espaço agrícola para diversos finalidades de exposições de arte a produção agro ecológica de frutícolas. Em 2014, o Projecto 270, pela mão do seu co criador, mudou-se para o Pinhal Novo, freguesia de Palmela, para uma parcela da exploração agrícola; Quinta do BELL.

O processo de mudança geográfica foi acompanhado pela natural necessidade do Projecto constituir-se formalmente como associação cultural e ambiental, ato consumado em Março de 2015. Assente nos princípios da Soberania Alimentar, Agro Ecologia e Aprendizagem Integral, com o objetivo de: Possibilitar um ponto de perceção para a importância das ligações éticas entre indivíduos e o meio ambiente, fomentando uma participação ativa e comunitária para a resolução de problemas ecológicos e sociais, procurando alternativas tecnológicas de baixo impacto social e ambiental e a dinamização de projetos em rede com parceiros locais, regionais, nacionais, internacionais e intergalácticos.

De forma a alcançar este objetivo, trabalhamos os temas: Soberania Alimentar, Cidadania ativa e participativa, Agricultura regenerativa, Sem Químicos Sintéticos nem Transgénicos, Sementes de variedades naturais, Vermicompostagem, Solo, Circuitos Curtos, Pegada Alimentar; e trabalhamos parcerias.

No seguimento do trabalho de 2015, que teve como base a consolidação da constituição da Associação em termos de grupo, parceiros e exploração da nova área de localização em termos de relações com a autarquia Local e outras entidades públicas ou privadas.

Depois de efetuados os primeiros contactos e enquadramento institucional e geográfico no Pinhal Novo, concelho de Palmela, 2016 representa-se como um campo de possibilidades de sinergias que pretendem ser colocadas à experiência. Por tal, o nosso plano foi construído com essa sensibilidade de desenharmos as nossas atividades enquadradas nos projetos a desenvolver com os parceiros locais não perdendo a nossa autonomia e potenciando a nossa experiência para elevar o que será realizado.

Objetivos Gerais do PA 2016

• Reconhecer a alimentação (produção e consumo) como ator principal na luta contra as

Alterações Climáticas e perca de biodiversidade;

Plano de atividades Projecto 270

• Identificar os impactos que a agricultura tem no solo e ciclo da água;

• Reconhecer a importância de preservar o bem comum;

• Descobrir a paisagem bio diversa;

• Valorizar a preservação das variedades tradicionais de sementes;

• Reivindicar o direito efetivo à alimentação;

• Promover a produção local e o consumo consciente, recriando tradições agrícolas e gastronómicas locais.

• Dinamizar estruturas de proximidade com a comunidade;

• Cooperar com as entidades competentes para a implementação de sistemas Alimentares Sustentáveis, saudáveis e equitativos, equilibrando os interesses urbanos e rurais;

• Facilitar e Promover a utilização de sistemas de informação, código Aberto, como forma para trocar informação entre o mundo rural e urbano.

Para a concretização dos nossos objetivos propomos atuar dentro das áreas descritas como

chapéus albergadores de diversas atividades.

Construção de uma paisagem

Apadrinhamento de árvores

Ser um guardião de árvores permite o envolvimento no processo de cultivo e de crescimento de árvores de fruto. São feitas campanhas entre Novembro e Fevereiro destinadas a Particulares e Coletivos, faseada em encontros de 4 a 6 horas.
Em troca de uma árvore:
• Conhecimento sobre a espécie escolhida
• Relação com o espaço agrícola
• Caldeira para hortícolas e ervas aromáticas e medicinais
• Bem-estar físico e psicológico
• Retorno do investimento em fruta

Comunidade Suporte Agrícola

Cultivando na prática o conceito de Soberania Alimentar, o Projecto270 avança com uma Comunidade de Suporte à Agricultura (CSA – Community-supported agriculture), de modo a possibilitar a obtenção de frutícolas, ervas para infusões e plantas medicinais frescas de variedades tradicionais. É um modo de fazer agricultura em que as responsabilidades, riscos e recompensas, inerentes à atividade agrícola, são partilhadas entre o grupo.

Esta opção permitirá o desenvolvimento de um sistema de produção alimentar que potencializa as interligações naturais, fazendo desaparecer impactos danosos característicos da produção agrícola.

Objetivos Gerais

• Ir ao encontro do mundo rural;

• Trazer à consciência uma cadeia de produção alimentar sustentável e equitativa;

• Criação de emprego qualificado nas áreas de Agricultura Biológica e noutros

Mercado de Agricultura Biológica (AB) de Pinhal Novo

Promover um espaço de encontro entre o mundo rural e o citadino. Pela mão de quem os cultivam vêm os produtos frutícolas produzidos em modo biológico no concelho. São apresentados também outros produtos de origem biológica aumentando o leque de ofertas e potenciando, também outras organizações do sector.

Através de ações dinamizadoras pretende-se criar laços com a comunidade, convidando-a a participar neste espaço de convívio degustativo permitindo a partilha de conhecimento e a sensibilização por uma alimentação consciente, envolvendo, desta forma, a comunidade num processo de mudança de práticas mais sustentáveis de produção e consumo alimentar.

Alimentação

A forma como nos alimentamos transforma toda a paisagem do planeta. Portos, estradas, frigoríficos, publicidade, embalagens, aterros sanitários, necessidades e consequências do atual sistema alimentar, marcas do nosso dia-a-dia.

Os nosso hábitos alimentares levou/leva à destruição de ecossistemas, força populações inteiras a

migrarem, deixando para atrás zonas desertas e rumando para zonas onde não há lugar para a autonomia. A forma como nos passámos a alimentar derivou num aumento de doenças como a diabetes e excesso de peso; paradoxalmente gerou um aumento da fome mundial.

Modificar as nossas opções alimentares possibilita transformar toda esta paisagem degradada numa paisagem de abundância, promovendo vida.

FormaAcção

O projecto270, através de diversas ações de capacitação, possibilitando experienciar uma

maneira mais integral cooperando com todo o meio envolvente. Apresentam-se como estratégia para uma mudança de hábitos quer sejam de carácter individual ou coletivo, promovendo e proporcionando todo um imaginário através de uma paisagem de possibilidades ampliada pela consciência das interligações existentes. Pensamento eco sistémico.

As mesmas podem ser ministradas no espaço agrícola, recinto escolar, espaço público. Ajustando os conteúdos ao grupo. Comunidade escolar, População em Geral, Organizações e outro tipo de agrupamento.

For a more hands approach to monitoring check out this portal and management your kids online, look to teensafe for a more complete solution to these growing problems

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comments Protected by WP-SpamShield Spam Filter